9 de fev. de 2021

Divulgação: III Congresso Internacional de Contabilidade Pública

A chamada de trabalhos para o III Congresso Internacional de Contabilidade Pública enquadra-se em 12 categorias e podem ser submetidos trabalhos em cada uma das categorias independentemente do nível de governo e do subsetor da administração pública em que se enquadram.

1. Harmonização contabilística

2. Orçamento e gestão financeira pública

3. Relato integrado

4. Relato para os cidadãos

5. Transparência e accountability

6. Sistemas de informação contabilísticos

7. Inovações na contabilidade pública

8. E-Government, E-Participation e TIC

9. Robótica e inteligência artificial

10. Fraude e contabilidade forense

11. Contabilidade e controlo de gestão

12. Auditoria

Considerando as dimensões nacionais e internacionais do congresso, os trabalhos podem ser redigidos e apresentados nas línguas portuguesa ou inglesa.

Maiores informações: http://iiicicp.occ.pt/pt/submissao-de-trabalhos/

Submissões de trabalhos (português ou inglês) até 28/02/2021

Empregos em alta para 2021

Empregos em alta para 2021, segundo o LinkedIn

Cargos em áreas como telemarketing, marketing digital e e-commerce estão entre os que impulsionarão o mercado de trabalho brasileiro neste ano. O levantamento é da rede social profissional LinkedIn, que listou as 15 principais categorias de empregos.

Segundo o LinkedIn, os empregos em alta são definidos como as categorias de carreira que tiveram o maior crescimento em termos de contratações de um ano para o outro, no período de abril a outubro de 2020.

Os cientistas de dados do Gráfico Econômico do LinkedIn analisaram mais de 15 mil cargos para descobrir os que mais cresceram em comparação a 2019. As tendências de carreira foram classificadas por uma combinação da média de crescimento anual com o volume da demanda de empregos.

Entre as áreas apontadas, a saúde e a tecnologia são as que têm mais oportunidades. Palavras como saúde, tecnologia, digital e e-commerce se destacam.

Mas a área financeira não fica de fora, principalmente considerando os impactos e desafios econômicos vivenciados no ano de 2020. Nessa área as competências e cargos indicados fazem parte do ramo de atuação dos profissionais de Contabilidade.

 A listagem a seguir destaca as áreas identificadas pelo LinkedIn:

1. Médicos especializados

2. Cargos em tecnologia

3. Farmacêuticos e pesquisadores

5. Especialistas em e-commerce

6. Profissionais autônomos de conteúdo digital

7. Especialistas em marketing digital

8. Profissionais de finanças

Com a turbulência na economia e a incerteza nos mercados financeiros, a experiência dos profissionais financeiros, de consultores a executivos, foi muito procurada em 2020. Bancos responderam por grande parte das contratações ao lado de corretoras que também contrataram assessores financeiros.

Principais competências: serviços bancários, negociação, planejamento de negócios, investimentos, finanças corporativas, mercado de capitais e análise financeira

Cargos comuns: diretor(a) financeiro(a), corretor(a) de ações, consultor(a) de serviços financeiros, contador(a), supervisor(a) de contas a receber e bancário(a)

9. Telemarketing

10. Cargos de apoio à saúde

11. Serviços criativos

12. Análises de dados

13. Cargos de sucesso de clientes

14. Profissionais do setor de varejo

15. Especialistas em saúde mental

Fonte: Adaptado de G1

3 de fev. de 2021

Divulgação: USP International Conference in Accounting

Em 2021 o USP International Conference in Accounting completa 21 anos! 21 edições e junto com ele, o Congresso USP de Iniciação Científica em Contabilidade completará maioridade, realizando a sua 18ª edição. Nos corredores acadêmicos contábeis aqui no Brasil, simplesmente chamamos o conjunto dos dois eventos de “Congresso USP”.

Os congressos serão realizados em formato on-line no período de 28 a 30 de julho de 2021.

Os congressos aceitam submissão de trabalhos até o dia 21/02/2021 [deadline] nas seguintes áreas:

Área I: Atuária | Actuarial sciences

Área II: Auditoria e Perícia | Auditing and Forensics

Área III: Contabilidade Financeira e Mercado de Capitais / Financial Accounting and Capital Markets

Área IV: Contabilidade Gerencial | Management Accounting

Área V: Contabilidade Governamental e Terceiro Setor | Governmental and Third Sector Accounting

Área VI: Educação | Education

Área VII: Tributos | Tax

Área VIII: Relato Integrado | Integrated Reporting and Sustainability Reporting

Além dessas há uma chamada específica para trabalhos sobre o tema “Contabilidade em tempos de enfrentamento da Covid-19 e no pós-crise”

Na edição 2021 dos dois congressos, permaneço colaborando na coordenação da área de Contabilidade Governamental e Terceiro Setor, junto com o Janilson Suzart, que foi meu colega de Doutorado na FEA/USP.

Maiores informações podem ser obtidas no site: https://congressousp.fipecafi.org/

Divulgação: Conferência SulAmericana de Contabilidade Ambiental.

Divulgamos a chamada de trabalhos para a VII Conferência SulAmericana de Contabilidade Ambiental

A CSCA tem por objetivo estimular a produção e discussão de pesquisas científicas sobre a interação das empresas com o meio ambiente natural e a sociedade, de forma a incentivar o desenvolvimento sustentável.

VII edição será 100% online, em função do cenário de pandemia que nos atinge no momento. Além da questão da pandemia considerou-se como uma oportunidade para que sua realização afete o menos possível o meio ambiente.

Os temas para submissão de trabalhos envolvem os Aspectos Econômicos e Financeiros da Gestão Ambiental; Evidenciação e relatórios de sustentabilidade; Finanças sustentáveis; Educação para a sustentabilidade; Saúde, bem-estar e desenvolvimento econômico; e Tópicos Contemporâneos.

A organização da 7ª edição do CSCA tem recebido apoio de periódicos parceiros e, assim, artigos selecionados e apresentados na conferência que obtiverem destaque poderão ser convidados para processos de fast track por uma das revistas parceiras (veja a relação em nosso site).

Mais informações em: www.csca.net.br e/ou no e-mail csca_2021@facc.ufrj.br

16 de jan. de 2021

Dicas para monitorar o trabalho dos vereadores

Olá pessoal!

Primeira postagem do ano tem muito a ver com o que vivemos em 2020: eleições municipais. Ao pesquisar sobre um assunto aleatório no Google, encontrei, no site de uma faculdade, as dicas a seguir sobre como acompanhar e monitorar a atuação de um vereador.

Em uma época em que as pessoas estão discutindo questões politicas de forma mais intensiva, vale o esforço para acompanhar o trabalho dos políticos que elegemos.

Dicas para monitorar o trabalho dos vereadores:

1)     1) Acompanhe as atividades legislativas no site da Câmara Municipal

Os sites das câmaras municipais, em geral, possuem uma área reservada à descrição das atividades legislativas desenvolvidas pelos vereadores (proposições, comissões, agenda de audiências, legislação em votação, etc.). Procure acompanhar o que está sendo discutido e entre em contato com seu vereador para opinar sobre projetos em tramitação.

2)      2) Verificar a frequência dos eleitos na Câmara Municipal

Ainda navegando pelo portal da Câmara de sua cidade, você provavelmente encontrará uma área chamada “Transparência”, por meio da qual será listada uma série de informações ligadas ao funcionamento do órgão, como remunerações pagas a agentes políticos/servidores, planilha orçamentária, lista de presença, etc.

Dedique ao menos uma vez no mês para abrir essa lista de presença mensal e conferir quem é o mais faltoso e o mais assíduo no Legislativo de seu município. Se o site não apresentar informações dos novos vereadores, protocole pessoalmente uma petição no órgão colegiado, solicitando o conhecimento dos dados. A Lei Federal nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação) lhe garante esse direito.

3)      3) Presenciar audiências públicas e sessões

Que tal acompanhar pessoalmente as discussões dos novos vereadores de sua cidade? Em regra, todas as sessões do Poder Legislativo devem ser abertas ao público, sendo que restrições à entrada só podem ser realizadas em caráter excepcional, apenas por razões de segurança.

Outra sugestão é participar de audiências e consultas públicas. Trata-se de instrumentos de participação popular fundamentais para a consolidação do regime democrático, em que são levados ao conhecimento dos cidadãos temas polêmicos e proposições complexas, que precisem ser aprimorados por meio da discussão com a comunidade.

4)     4) Observar a quantidade de projetos apresentados por cada um deles

Você pode semestralmente consultar o site da Câmara para verificar quantos projetos o vereador de sua confiança apresentou. Não é incomum casos de vereadores que passam boa parte do ano legislativo sem apresentar uma proposição sequer (ou de outros, que se limitam a apresentar propostas tolas, como mudanças de logradouros e concessões de títulos).

Para evitar esse tipo de “afronta” à população, é preciso analisar à lupa todos os projetos em que seu vereador tem trabalhado.

5)      5) Siga os novos vereadores nas redes sociais

Não que seja para acreditar em tudo o que cair em sua timeline. A ideia aqui é apenas utilizar mais um canal de proximidade com seus representantes no Legislativo. Aliás, o mundo digital e o poder de viralização de uma notícia na web têm feito muitos políticos designarem funcionários para cuidar com cautela da provisão de conteúdo em suas redes sociais, interagindo com os cidadãos, recebendo críticas e anotando sugestões.

Esse esforço “midiático” da classe política facilita as cobranças por parte dos munícipes, especialmente pelas redes sociais.

6)     6) Formalize pedido ao presidente da Câmara para que o colegiado adote apps de acompanhamento via celular

Já existem atualmente apps específicos para acompanhamento do trabalho na política brasileira, como o Vereador Online, um aplicativo desenvolvido para que os cidadãos consigam visualizar em tempo real, via smartphone, todas as atividades executadas no Poder Legislativo de sua cidade.

7)      7) Solicite as contas de sua Câmara Municipal junto ao Tribunal de Contas

Ninguém tem hábito de fazer isso, mas é possível: o parágrafo 3º do artigo 31 da Constituição Federal é claro ao determinar que todos os contribuintes podem ter acesso às contas públicas, as quais devem ficar à disposição da sociedade por 60 dias. Dentro desse período, qualquer cidadão poderá apresentar questionamento se suspeitada qualquer irregularidade, devendo então os dirigentes do órgão apresentar as devidas justificativas para as demandas levantadas.

De acordo com a Constituição, quem tem competência para julgar as contas das câmaras municipais é o Tribunal de Contas dos Municípios ou o Tribunal de Contas Municipal (casos das cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro). Dessa maneira, você pode pedir junto ao TCM o acesso às contas detalhadas do exercício financeiro anterior do Poder Legislativo de seu município, uma ótima atitude para entender, de fato, o que estão fazendo com os impostos que você tem que pagar periodicamente (como ISS, ITBI, IPTU, etc.).

8)     8) Olho Vivo no Dinheiro Público

A Controladoria Geral da União (CGU) disponibiliza já há alguns anos uma cartilha chamada “Olho Vivo no Dinheiro Público - Controle Social”, que pode ser baixada gratuitamente. Sua função é educar o eleitor sobre as atribuições de cada agente político, suas responsabilizações legais em caso de desvios e como exercer a fiscalização sobre seus novos vereadores.

9)     9) Participe ou crie movimentos sociais de fiscalização a vereadores

Em São Paulo, existe uma organização (criada por cidadãos comuns) cujo objetivo é o de estimular a participação dos contribuintes na fiscalização dos vereadores da cidade. Chamada de “Adote um Vereador”, a iniciativa visa designar grupos de pessoas para acompanhar o trabalho diário de cada vereador.

Com reuniões mensais, os membros discutem o que tem sido feito na cidade, eventuais desvios e proposições de leis imorais, cobrando conjuntamente os agentes públicos e divulgando na cidade as ações executadas no Poder Legislativo.

Há outros grupos semelhantes espalhados pelo Brasil, como o Movimento Voto Consciente e o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral. Busque um movimento social na sua cidade ou crie um!

[...]

31 de dez. de 2020

Um ano online, remoto, virtual

O ano de 2020 definitivamente foi um ano diferente.

Uma humanidade que viu um vírus se espalhar, causar restrições e mudar rotinas de famílias e profissionais de diversas áreas. Uma humanidade hiperconectada.

Eu trabalho na área acadêmica e foram muitos os desafios na adaptação de aulas, atividades de orientação, qualificação e defesa de teses, reuniões, atividades administrativas... Foram cursos, formações, treinamentos, lives, webinars, lives, reuniões, mais lives e muitos meses de isolamento social e trabalho remoto (online, virtual, em home office...)

Em princípio é possível até pensar que temos mais tempo livre por estar trabalhando em casa, mas é exatamente pelo contrário. Por muitas vezes esqueci a hora do trabalho... Durante grande parte do dia era difícil separar quando estava em casa de quando estava no horário de trabalho.

Lembro de ficar trabalhando por cerca de 14 horas... E só no final me dar conta do tempo que decorrera.

Em decorrência disso, a minha principal compra em 2020 foi uma cadeira. Sim, eu comprei uma cadeira decente para trabalhar em casa. Passei cerca de 3 meses trabalhando sentada em uma cadeira inadequada, tipo essas de mesa de copa/cozinha.

Mas comprei, ou melhor, investi em uma cadeira que me proporcionou conforto durante as horas de trabalho. Posso dizer que se trata de um item do meu Ativo Imobilizado. Olha ela aí! Super recomendo!

Outro ponto que mudou muito a nossa programação em 2020 foi a participação em congressos e eventos acadêmicos. Eu tinha programado participar de alguns congressos este ano e participei, mas foi uma participação diferente, sem o calor dos encontros com os colegas de área, bem o bate-papo dos coffee-breaks,  coquetéis e jantares pós-evento.

Os congressos e eventos acadêmicos este ano foram todos online, uma mudança necessária em virtude da pandemia causada pelo corona vírus. Estamos com expectativa de que no próximo ano tenhamos a oportunidade de encontros presenciais. Porém um fato precisa ser registrado: apesar da modalidade virtual, alguns congressos, como o Congresso USP de Contabilidade,  registraram recorde de participantes.

-- Participei virtualmente do 20º USPInternational Conference in Accounting e do 17º Congresso USP de IniciaçãoCientífica em Contabilidade, como coordenadora de área temática e coautora dos artigos a seguir, em parceira com discentes do PPGCC/UFRJ.

1)  Alocação de Recursos Públicos em Campanhas Eleitorais: Um Estudo das Eleições Municipais Fluminenses de 2016 [2432]

Autores: Fábio Mathias da Silva Júnior; Tatiele Alves Reis; Claudia Ferreira da Cruz

Vídeo-resumo do trabalho: https://youtu.be/6i8HotEg_Vk

Íntegra do Artigo: https://congressousp.fipecafi.org/anais/Anais2020/ArtigosDownload/2432.pdf

2) Aplicação do CPC 48 (IFRS 9) na Crise da COVID-19 no Brasil: Um Estudo Comparativo sobre os Impactos de Perdas Esperadas nas Demonstrações Contábeis das Instituições Financeiras [2866]

Autores: André Lamblet Dias; Rodrigo Carlos Marques Pereira; Fabrícia de Farias da Silva Constantino; Claudia Ferreira da Cruz

Vídeo-resumo do trabalho: https://youtu.be/O1HglsVTi9g

Íntegra do Artigo: https://congressousp.fipecafi.org/anais/Anais2020/ArtigosDownload/2866.pdf

3) Gerenciamento de Resultado por meio de PECLD em Instituições Financeiras Brasileiras no período de 2013 a 2017 [2520] - XVII Congresso USP de Iniciação Científica em Contabilidade

Autores: Larissa Vieira Martins; Claudia Ferreira da Cruz

Vídeo-resumo do trabalho: https://youtu.be/kcken73cIKs

Íntegra do Artigo: https://congressousp.fipecafi.org/anais/Anais2020/ArtigosDownload/2520.pdfEste artigo é fruto da orientação de uma monografia de graduação em Ciências Contábeis na UFRJ.

-- Participei virtualmente do 10ºCongresso UFSC de Controladoria e Finanças, como coautora do artigo a seguir, em parceira com discentes do PPGCC/UFRJ.

Artigo: Novo Relatório de Auditoria: O impacto sobre as divulgações em notas explicativas <http://dvl.ccn.ufsc.br/10congresso/anais/10CCF/20200715214227_id.pdf>

Autores: Thais Azzolini Piva, Thiago Macedo Pereira de Matos, Claudia Ferreira da Cruz

-- Participei virtualmente do XIV Congresso Anpcont - 2020, como coordenadora da área temática Contabilidade e Setor Público (CSP), em parceria com o prof. Dimas Barreto de Queiroz (UFPB) e coautora do artigo a seguir, em parceira com discentes do PPGCC/UFRJ.

Artigo: Contabilidade regulatória e transparência ativa na exploração de rodovias: um panorama Brasil – Itália [TEC552]

Autores: Tatiane Gomes Silva; Donato Agnellini; Adriano Rodrigues; Claudia Ferreira da Cruz

-- Participei virtualmente ICMA / COGECONT 2020 - International Conference in Management and Accounting como parecerista ad hoc e coautora do artigo a seguir, fruto de uma dissertação de mestrado defendida no PPGCC/UFRJ:

Artigo: Respostas Estratégicas ao Processo de Implementação de Práticas Contábeis Oriundas da IPSAS 17: o Caso da Marinha do Brasil [268721]

Autores: Vinícius da Silva Matos, Ana Carolina Pimentel Duarte da Fonseca, Claudia Ferreira da Cruz

-- Participarei virtualmente do XI Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2020 como parecerista ad hoc e mediadora de sessões paralelas.

-- Participarei virtualmente VI Congresso UnB de Contabilidade e Governança - 2020 como parecerista ad hoc, avaliadora de projeto de consórcio doutoral e mediadora de sessões paralelas.

Além dos eventos citados, foram muitos workshops, webinars, palestras, cursos... Tudo online, virtual, remoto... Outro normal? Ou novo normal? Será que esse jeito remoto de viver é uma solução provisória ou um caminho sem volta?

Desejo que saibamos recomeçar a cada dia e plantar em nós a semente de um ano realmente novo! Excelente começo de ano para nós!

Amigo Secreto de Blogs 2020

Este ano foi realizada mais uma edição do amigo secreto entre os blogueiros de contabilidade, desta vez com onze participantes, de nove blogs:

Alexandre Alcantara: Alcantara

César Tibúrcio: Contabilidade Financeira

Claudia Cruz: Ideias Contábeis

Isabel Sales: Contabilidade Financeira

Orleans Martins: Informação Contábil

Pedro Correia: Contabilidade Financeira

Polyana Silva: Histórias Contábeis

Roberto Sousa Lima: Panorama Público

Roberto Ushisima: Alfa Valoro

Sandro Vieira Soares: Acervo Contábil

Vladmir Ferreira Almeida: Vladmir F Almeida


Está foi a quinta edição do amigo secreto. Nas edições anteriores, cada blogueiro que recebia o presente do seu amigo secreto fazia uma postagem no blog com a revelação.

Neste ano de trabalhos, reuniões e encontros remotos, tivemos uma inovação na brincadeira: ao receber o presente do amigo secreto por correio, o presente deveria permanecer fechado até o momento da revelação, que aconteceu em um encontro virtual com a participação de todos! Foi um momento de muita descontração.

Este ano eu tirei o prof. César Tibúrcio do Blog Contabilidade Financeira, que foi presenteado com chocolates e o Orleans Martins me tirou e me presentou com uma coleção de livros.

A sequência de quem-tirou-quem: Alexandre > Polyana > Sandro > Roberto José > Isabel > Pedro > Roberto Ushisima > Vladmir > Orleans > Claudia > César > Alexandre

Até o próximo ano!

Anuidade CRC 2021

Prezad@s colegas contador@s,

É chegada a hora de provisionar o valor da anuidade 2021!

 A partir do dia 1º de janeiro, contadores, técnicos em contabilidade e organizações contábeis podem efetuar o pagamento das anuidades devidas aos Conselhos Regionais de Contabilidade (CRCs) para o exercício de 2021. De acordo com a  Resolução n.º 1.605, de 26 de novembro de 2020, do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), os valores das anuidades serão de:

I. R$562,00 para os contadores e R$503,00 para os técnicos em contabilidade;

II. para as organizações contábeis:

R$ 279,00 para Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli) e para Sociedade Limitada Unipessoal (SLU);

R$ 562,00 para sociedades com 2 sócios;

R$ 844,00 para sociedades com 3 sócios;

R$ 1.128,00 para sociedades com 4 sócios; e

R$ 1.410,00 para sociedades acima de 4 sócios.

A guia para pagamento da anuidade foi encaminhada pelos correios e poderá também ser emitida no sítio do respectivo CRC na Internet. O pagamento pode ser realizado à vista ou em parcelas. A grande novidade deste ano é que será possível quitar a anuidade com o desconto para pagamento antecipado em janeiro e fevereiro e ainda parcelá-la em até 18 vezes no cartão de crédito com juros (*). Já no caso de parcelamento direto com o CRC, o limite será de até três parcelas mensais e a opção deve ser feita com o Conselho Regional de Contabilidade.

Descontos:

O profissional que fizer o pagamento à vista ou o parcelamento no cartão de crédito até o dia 31 de janeiro, receberá um desconto de 10% sobre o valor da anuidade. Para aqueles que negociarem nessas mesmas condições até o dia 28 de fevereiro o desconto será de 5%. 

Fonte: CFC

14 de out. de 2020

PPGCC/UFRJ: Processo Seletivo 2021

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis – PPGCC da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, no uso de suas atribuições, nos termos do Regulamento do Programa e de acordo com as exigências da Resolução CEPG 01/2006 e 02/2013, torna pública a abertura de inscrições e estabelece normas relativas ao Exame de Seleção para o Curso de Mestrado e Doutorado em Ciências Contábeis, ano letivo de 2021.

Edital Mestrado: http://ppgcc.ufrj.br/images/selecao_2021/Edital-355---Mestrado-CC-T2021-1.pdf 

Edital Doutorado: http://ppgcc.ufrj.br/images/selecao_2021/Edital-356---Doutorado-CC-T2021-1.pdf 

Maiores informações: http://ppgcc.ufrj.br/

23 de set. de 2020

Feliz Dia do(a) Contador(a)

Feliz dia daqueles e daquelas que identificam, mensuram e registram ativos e passivos… 
Reconhecem receitas e despesas e apuram o resultado das entidades e geram benefícios para toda a sociedade.
#diadocontador #contabilidade



“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)