30 de jan de 2014

Outras ideias

A autora desse Blog tem uma conta pessoal no Twitter, onde em 140 caracteres divaga sobre questões sociais, políticas, espiritualidade, alegrias e frustrações de um ser humano aparentemente normal, contabilidade e outras coisas mais.  Teve uma fase em que postava curiosidades sobre as datas comemorativas de cada dia no microblog. Hoje essa prática lhe veio à lembrança.
Segundo o site www.arteducacao.pro.br, as datas comemorativas de hoje são
- Dia da Saudade
- Dia do Portuário
- Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos
- Dia da Não violência
No dia da saudade, deu saudade de lembrar sobre os motivos oficiais de se comemorar cada dia. Só que saudade não precisa de motivos oficiais para se fazer presente, ela simplesmente chega...
Seja do quintal, de amores partidos, de momentos felizes, de viagens inesquecíveis, de paisagens que atraem o olhar, de coisas que ficarão, mesmo não sendo mais. Saudade é um forma de ficar! E os dias, com ou sem motivos oficiais, por si só já são motivos de celebrar, por serem oportunidades de dar passos, deixar marcas e contribuir para um mundo mais justo e mais humano.
***
E, aproveitando para refletir sobre outra data comemorativa desse penúltimo dia de Janeiro, o Dia da Não violência, é necessário destacar que a violência não se manifesta apenas por meio da força física,  através de armas brancas ou armas de fogo. 
Há violências propagadas por meio gestos e palavras, das quais muitas vezes as pessoas que as cometem nem se dão conta. 
Toda violência é um forma de depreciar o mundo, esse imenso conjunto de ativos, cujos recursos mal distribuídos estão sendo consumidos de forma acelerada. 
São muitos os stakeholders desse patrimônio, alguns poucos controladores e um imensa multidão de minoritários. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)