30 de jan de 2014

Publicação de Artigo

Divulgação de publicação de pesquisa na Revista de Administração Pública

O texto a seguir foi desenvolvido quando cursei a disciplina Econometria III no Doutorado. Cursar essa disciplina foi um desafio, por ser do Programa de Pós em Economia da FEA/USP, mas que ao final trouxe uma sensação de vitória, de certeza de que com força de vontade, disciplina e estudo árduo até mesmo as deduções econométricas podem ser assimiladas!
Hoje recebi o exemplar impresso da Revista!

RAP, v. 47, n. 6, p. 1375-1399, nov./dez. 2013
Texto completo / Full text: PDF 

Responsabilidade fiscal de grandes municípios brasileiros: uma análise de suas características

RESUMO
Este estudo teve por objetivo identificar quais características podem contribuir para explicar o nível de responsabilidade fiscal de grandes municípios brasileiros. Foi realizado um estudo com dados em painel, no período de 2002 a 2009, e os resultados indicaram que os municípios pesquisados apresentam um nível incipiente de responsabilidade fiscal. As variáveis nível econômico e autonomia financeira apresentaram relação positiva significativa com o nível de responsabilidade fiscal, e a variável endividamento, relação negativa. O modelo de regressão estimado revelou que região, localização e ano também podem influenciar a responsabilidade fiscal dos municípios. Espera-se que este estudo contribua para a discussão sobre as variações no nível de responsabilidade fiscal dos municípios por meio da sugestão de métrica de avaliação, além dos dispositivos que constam nos instrumentos normativos.

Palavras-chave: responsabilidade fiscal; grande município; métricas de avaliação.


Fiscal responsibility of large Brazilian cities: an analysis of its characteristics

ABSTRACT
This study aimed to identify which characteristics may contribute to explain the fiscal responsibility level of large Brazilian cities. It was conducted with panel data, within the period from 2002 to 2009, and the results indicated that the cities under analysis present an incipient fiscal responsibility level. The variables economic level and financial autonomy presented a significant positive relation to the fiscal responsibility level, and the variable debt, a negative relation. The estimated regression model revealed that region, location, and year can also influence the fiscal responsibility of cities. It is expected that this study contributes to the discussion on variations in the fiscal responsibility level of cities by suggesting evaluation metric, in addition to the devices listed in the normative instruments.

Keywords: fiscal responsibility; large city; evaluation metrics.


Responsabilidad fiscal de grandes municipios brasileños: un análisis de sus características

RESUMEN
Este estudio tuvo como objetivo identificar cuales características pueden contribuir para explicar el nivel de responsabilidad fiscal de grandes municipios brasileños. Fue realizado un estudio con datos de panel, en el período de 2002 a 2009, y los resultados indicaron que los municipios encuestados presentan un nivel incipiente de responsabilidad fiscal. Las variables nivel económico y autonomía financiera presentaron una relación positiva significativa con el nivel de responsabilidad fiscal, y la variable endeudamiento, una relación negativa. El modelo de regresión estimado reveló que región, localización y año también pueden influenciar la responsabilidad fiscal de los municipios. Se espera con el estudio contribuir para la discusión acerca de las variaciones en el nivel de responsabilidad fiscal de los municipios por medio de la sugerencia de métrica de evaluación, además de los dispositivos que constan en los instrumentos normativos.

Palabras clave: responsabilidad fiscal; grande municipio; métricas de evaluación.

Um comentário:

  1. Parabéns!!!! Já falei que quando crescer, quero ser igual a vc? :)

    ResponderExcluir

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)