20 de dez de 2014

Artigos de Periódicos

Mais uma postagem da tag Artigos de Periódicos, dessa vez da Revista Enfoque: Reflexão Contábil - v. 33, n. 3 (2014).
A Revista Enfoque: Reflexão Contábil é um periódico quadrimestral, publicado pelo Departamento de Ciências Contábeis da Universidade Estadual de Maringá, que tem como Missão: “Divulgar produção científica da área contábil” e cujo objetivo é “disseminar o conhecimento e promover a reflexão e a discussão de temas da área contábil e afins, servindo de apoio à pesquisa, ao ensino de graduação e pós-graduação, bem como fonte de leitura para professores, profissionais e demais interessados.”

Autores: Márcio Grima Fernandes, Ana Cristina de Faria,  Sérgio Feliciano Crispim, Francisco Carlos Fernandes

O artigo teve como objetivo verificar como a utilização do Método do Custo para Servir contribui como ferramenta de análise da lucratividade de clientes na prestação de serviços.  Por meio de uma pesquisa-ação realizada em uma das maiores empresas do setor de Administração Condominial na cidade de São Vicente (SP), aplicou-se a metodologia do Custo para Servir, buscando mensurar o custo de atendimento de cada cliente e apurar sua lucratividade.

Autores: Sueli Viviani,  Franciele Beck, Rosemar José Hall, Roberto Carlos Klann

O trabalho verificou o processo de evidenciação das empresas de Bens Industriais listadas na BM&FBovespa, após a convergência da contabilidade brasileira às IFRS, de acordo com o CPC 27  -  Ativo Imobilizado. Realizou-se uma pesquisa descritiva, conduzida por meio de análise de conteúdo e abordagem quantitativa, utilizando o cálculo de entropia proposto por Zeleny (1982).

Autores: Sonia Raifur Kos, Márcia Maria dos Santos Bortolocci Espejo, Léo Raifur, Raquel Prediger Anjos

O artigo verificou se os gestores das MPEs recebem, compreendem e utilizam informações contábeis em seu processo de gestão. Três construtos foram investigados, (1) compreensão da informação; (2) utilização da informação e (3) recebimento da informação e relacionamento entre gestor e contador.


Autores: Rafaella Tonani, Ricardo Luiz Menezes da Silva
O trabalho investigou a relação entre a divulgação de pagamento baseado em ações e os níveis de governança corporativa da BM&FBovespa. A análise de conformidade das demonstrações contábeis de 2011 das empresas possuidoras de pagamento baseado em ações seguiu um check list segundo os requisitos de divulgação do CPC 10 (R1).

Autores: Martin Airton Wissmann, Jonatan Marlon Konraht, Joice Denise Schafer,  Emerso Cristani da Cunha

O artigo identificou o comportamento de quatro variáveis, levando em consideração o crescimento demográfico, o aumento acelerado da produção de lixo, as receitas correntes, bem como o consequente investimento efetuado por parte do poder público com o objetivo de destinar de maneira correta o lixo, reduzindo, assim, o impacto ambiental causado à sociedade pelo lixo. As variáveis estudadas foram: Número de Habitantes; Geração per capita de lixo; Receitas Correntes; e Gastos Públicos com a Gestão Ambiental.

Autores: Pedro Campos Bias Fortes, Rodrigo Lanna Franco da Silveira, Miguel Juan Bacic

O trabalho avaliou a importância dos fundos de PE no desempenho de médio prazo (três anos) de 89 empresas que realizaram IPO entre 2004 e 2007. Mediante testes de hipóteses para diferenças das médias dos retornos anormais acumulados, a um nível de significância de 10%, observou-se um menor underpricing nas empresas com PE, especialmente nos setores de transportes e serviços, construção civil e indústrias diversas.


 Autores: Débora Gomes Machado, Araceli Farias de Oliveira, Rodrigo Angonese, Francisco Carlos Fernandes

O artigo teve como objetivo verificar o nível de transparência das Instituições Bancárias com ações negociadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros – BM&FBovespa, com relação às recomendações do Basiléia II.

Autores: Manoel Raimundo Santana Farias, Kelly Teixeira Rodrigues Farias
Esse artigo sugere que a teoria é parte indissociável da pesquisa científica e, portanto, indispensável ao desenvolvimento científico em contabilidade. Para demonstrar essa afirmativa, recorreu-se a teoria da ciência a partir da epistemologia e da filosofia da ciência, oriundas do desenvolvimento da linguagem científica, expressa nas abordagens sintática e semântica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)