23 de mai de 2014

Experiências de uma Coleta de Dados

Parecer prévio do tribunal de contas

O voto do conselheiro de um determinado tribunal de contas (que em muitos casos são ex-deputados, ex-vereadores, políticos em fim de carreira, ex-presidentes de clubes de futebol e por aí vai...) foi introduzido pelas seguintes palavras:

Preliminarmente, devo frisar que são parte integrante deste Voto os pareceres e conclusões do Corpo Instrutivo, naquilo que não conflitar com o meu entendimento. Nos casos em que ocorra a discordância de posicionamento, tecerei minhas justificativas no próprio tópico, alvo da discussão.”

Ou seja: o entendimento do conselheiro, mesmo sem formação técnica (embora devesse ter notório saber na área) prevalece sobre as conclusões do corpo técnico do tribunal (auditores com formação na área e aprovados em concurso público).

E isso se observa em muitos tribunais, com muitos conselheiros, na emissão de parecer prévio sobre as prestações de contas de muitos municípios desse nosso Brasil varonil.

Assim não dá, brava gente brasileira!


#ProjetoMinhaTeseMinhaVida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)