30 de dez de 2010

Recorde no Impostômetro

Impostômetro atingirá nove recorde na virada do ano

Fonte: Paraná Online

Exatamente na virada de 2010 para 2011 o Impostômetro registrará um recorde na arrecadação de tributos. Até à meia-noite de 31 de dezembro os brasileiros terão pago durante todo o ano de 2010 R$ 1.270.210.426.336,00, com crescimento nominal de 15,9% em relação à arrecadação de 2009.
Pelo terceiro ano consecutivo a arrecadação tributária brasileira ultrapassa a marca de R$ 1 trilhão em impostos, taxas e contribuições. Neste ano a marca de R$ 1 trilhão foi atingida no dia 26 de outubro, 49 dias antes a 2009 e, em comparação a 2008, 50 dias.
Nos últimos cinco anos, período que o Impostômetro registrou os valores arrecadados, os números sempre estiveram em constante crescimento: em 2009, R$ 1,09 trilhão; em 2008, R$ 1,06 trilhão; em 2007, R$ 923,25 bilhões; em 2006, R$ 817,94 bilhões; e em 2005, R$ 732,87 bilhões.
Para o presidente do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), João Eloi Olenike, a previsão feita desde o início deste ano se confirma. “O motivo para uma carga tributária tão alta em 2010 se deve ao crescimento econômico; redução da sonegação fiscal, por meio da Nota Fiscal Eletrônica, Sped Eletrônico; e a forma como os tributos são cobrados no Brasil, um verdadeiro efeito cascata”, observa.
O Impostômetro foi inaugurado em 20 de abril de 2005. Pela internet (www.impostometro.com.br) qualquer cidadão pode acompanhar o total de impostos pagos pelos brasileiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)