18 de fev de 2010

Lucro expressivo do BNDES

É bom vermos um banco governamental que tem como objetivo precípuo fomentar o desenvolvimento no Brasil com esse resultado expressivo. Mas o que os brasileiros ganham de fato com esse lucro? Hoje li que o BNDES fará um adiantamento de R$20 bilhões para a Petrobras, sem esquecer os R$25 bi de 2009... Ah, os juros? Módicos para a poderosa estatal. Agora, vá um pequeno empresário ou um simples mortal tentar qualquer empréstimo na rede bancária para ver se não lhe sugam até a alma.

Lucro do BNDES cresce 26,8% e atinge R$ 6,7 bilhões em 2009

Redação: Agência Investimentos e Notícias em 18 Fev. 2010

O Sistema BNDES registrou lucro de R$ 6,7 bilhões ao longo dos doze meses de 2009, o que significou aumento de 26,8% em relação aos R$ 5,3 bilhões de 2008.
Contribuíram para o desempenho do ano passado três fatores positivos: o resultado com intermediação financeira, os dividendos declarados por investimentos da BNDESPAR e a reversão de provisão para contingências civis.
O principal impacto positivo sobre o lucro foi o resultado bruto da intermediação financeira, que passou de R$ 3,9 bilhões em 2008 para R$ 5,8 bilhões em 2009, fruto do expressivo crescimento das carteiras de operação de crédito e de títulos e valores mobiliários.
Também merece destaque a provisão para risco de crédito, que totalizou despesa de R$ 6 milhões em dezembro de 2009. Já em 2008, o BNDES havia registrado receita com reversão de R$ 445 milhões.
Em 2009, o BNDES apresentou índice de adequação de capital, conhecido como Índice de Basiléia, de 17,5%, um indicador confortável em relação aos 11% exigidos pelo Banco Central. O índice de exposição ao setor público fechou em 25,2%, bem inferior ao limite de 45% definido pela legislação bancária.
Os ativos totais do Sistema BNDES somaram R$ 386,6 bilhões no ano de 2009, representando crescimento de 39,4% em relação ao exercício de 2008. A rentabilidade sobre o Patrimônio Líquido médio alcançou 25,47% em dezembro de 2009 (23,95% em dezembro de 2008).
Em relação à BNDESPAR, o valor de mercado da carteira de investimentos em 31 de dezembro de 2009 somou R$ 92,9 bilhões, representando 174,7% do seu valor contábil. A cifra é superior em 148,9% à registrada nos nove primeiros meses de 2009 e de 109,6% em relação a 2008, o que demonstra a recuperação progressiva do mercado acionário.
O BNDES teve importante papel na rápida recuperação da atividade econômica ao viabilizar desembolsos da ordem de R$ 137 bilhões para os setores produtivos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)