3 de abr de 2011

Políticas Contábeis, Mudança de Estimativas e Retificação de Erros e Eventos Subsequentes

As questões a seguir devem ser respondidas com base no CPC 23 - Políticas Contábeis, Mudanças de Estimativas Contábeis e Retificação de Erros e CPC 24 - Eventos Subsequentes e no Manual de Contabilidade Societária (FIPECAFI), além da Lei nº 6.404/1976 e atualizações:

1) Quando a entidade se depara com um evento que não tem tratamento específico nas normas do IASB/CPC, como deve tratar o evento?

2) Quando uma entidade deve alterar uma política contábil?

3) Quando da mudança de uma política contábil em que a norma correspondente não define os critérios de transição, como a entidade deve evidenciar a mudança?

4) Como deve ser tratado o impacto da adoção de uma nova política contábil sobre os lucros anteriores ao ano mais antigo apresentado?

5) Quando uma entidade opta por não aplicar uma norma já aprovada, mas que ainda não entrou em vigor, o que a entidade deve divulgar?

6) Diferencie mudança de política contábil de mudança de estimativa e de erro.

7) Segundo o CPC 23, se houver dificuldades na distinção entre uma mudança de uma política contábil e uma mudança de estimativa, a alteração deve ser tratada como uma estimativa. Na sua opinião, qual a justificativa para essa recomendação?

8) Como os erros materiais de exercícios anteriores devem ser corrigidos pela entidade?

9) Os eventos que geram ajustes são aqueles que fornecem evidências de condições que já existiam na data do balanço, embora eles não fossem conhecidos naquela data. Se o lucro líquido é uma condição que já existia na data do balanço, porque os dividendos declarados após a data do balanço não geram ajustes?

10) Segundo o CPC 24, qual a justificativa para que as empresas divulguem a data de autorização para emissão das demonstrações contábeis?

11) A administração da Median S.A. finalizou em 01/03/2010 as demonstrações contábeis para o período de 31/12/2009. Em 21/03/2010, a diretoria revisou as demonstrações e autorizou sua emissão. A empresa divulgou seu lucro e outras informações selecionadas em 31/03/2010. As demonstrações contábeis foram divulgadas aos acionistas em 05/04/2010. A assembleia geral dos acionais realizada em 10/04/2010 aprovou as demonstrações contábeis e aprovou sua emissão, que foram arquivadas junto ao órgão regulador em 15/04/2010. Qual a data de autorização para emissão das demonstrações contábeis, de acordo com o CPC 24?

12) A Median S.A., um revendedora de implementos agrícolas, registra deus estoques ao menor valor entre o custo e o valor realizável líquido. Em 31/12/2009, o valor dos estoques nas demonstrações contábeis era de $ 10 milhões, apurado pelo PEPS. Devido a uma seca que gerou recessão no setor, o estoque não foi vendido durante os meses de janeiro e fevereiro. Somente em março, após uma redução no preço de venda, ela conseguiu vender seus estoques, faturando um total de $ 7 milhões. As demonstrações contábeis da Median S.A. foram autorizadas para emissão em 05/04/2010. A Median S.A. deve ajustar suas demonstrações contábeis de 31/12/2009? Se sim, por qual valor?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)