14 de jan de 2009

Piadas de Economistas

Piada 1:
Um homem estava caminhando por uma estrada quando um sapo o chamou e disse:
"Se você me beijar, eu me transformo em uma bela princesa."
O homem parou, pegou o sapo, colocou-o no bolso e continuou andando. O sapo falou de novo:
"Se você me beijar e me transformar em uma princesa, eu fico com você por uma semana."
O homem tirou o sapo do bolso, olhou para ele por um momento, sorriu, colocou-o de novo no bolso e continuou andando. O sapo falou pela terceira vez:
"Se você me der um beijo e me transformar em uma princesa, eu vou ficar com você por uma semana e vou fazer qualquer coisa que você quiser."
De novo, o homem tirou o sapo do bolso, olhou para ele, sorriu e tornou a colocá-lo no bolso. O sapo então gritou:
"Eu disse que sou uma linda princesa, que vou ficar com você por uma semana e vou fazer qualquer coisa que você quiser. Por que você não me beija?"
O homem respondeu. "Olha, eu sou economista. Não tenho tempo para namorar, mas ter um sapo que fala é legal."

Piada 2:
Uma mulher foi ao médico, que diagnosticou uma doença incurável e disse que ela teria seis meses de vida.
O médico recomendou que ela casasse com um economista e se mudasse para uma cidade pequena de interior, sem internet, TV por assinatura nem shopping center.
"Isso vai me curar, doutor?", ela pergunta.
"Não, mas vai fazer os seis meses parecerem intermináveis."

Por Cláudio Gradilone

Fonte: Blog do Investidor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)