1 de mar de 2010

Desafio Sebrae 2010

Inscrições para o Desafio Sebrae começam no dia 10 de março

Administrar uma fábrica de instrumentos musicais é a prova deste ano; meta é atrair mais de 135 mil estudantes à competição

Da Agência Sebrae de Notícias

Mais moderno, funcional, interativo e em 3D. O Desafio Sebrae chega à 11ª edição ainda mais aprimorado para oferecer aos universitários de todo o país a possibilidade de exercer o talento empreendedor, enfrentando a administração virtual de um negócio. As inscrições, que começam em 10 de março e vão até 15 de abril, poderão ser feitas no site do Desafio (http:www.desafio.sebrae.com.br). Como prêmio, os vencedores ganham uma viagem internacional a um centro empreendedor e notebooks. A expectativa é de que este ano as inscrições superem 135 mil, um aumento de 4% em relação a 2009.

"Mais do que os prêmios o que está em jogo é um aprendizado que o jovem levará para a vida inteira, seja administrando seu próprio negócio ou de terceiros", avalia o diretor de Administração e Finanças do Sebrae, Carlos Alberto dos Santos. "Os resultados são sempre de grande valia, inclusive em termos pessoais. O Desafio Sebrae aposta no que há de mais moderno em termos de gestão empresarial: o trabalho em equipe, o compartilhamento do processo decisório, a visão de que o sucesso de um projeto, de um empreendimento, leva em conta o esforço, a adesão, o entusiasmo de muitas pessoas", explica.

Ainda de acordo com o diretor, o Desafio Sebrae deste ano se dá em um contexto bastante promissor, pois o Brasil se saiu bem de uma crise financeira mundial, com mais confiança no seu futuro. "A certeza de que dificuldades podem ser superadas com determinação, persistência e confiança é o grande diferencial para uma vida profissional e empreendedora de sucesso", ressalta.

O desafio para os participantes do jogo em 2010 é administrar uma fábrica de instrumentos musicais. As equipes devem ser formadas por no mínimo três e no máximo cinco integrantes.

Das cinco fases, as três primeiras são jogadas via internet. A semifinal e final são presenciais e acontecem no final do ano, em Recife (PE). O Desafio é uma promoção do Sebrae em parceria com o Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ).

Uma pesquisa para desvendar o universo destes jovens precedeu a criação da campanha publicitária. O levantamento mostrou que esse grupo quer trabalhar de um jeito próprio, que não gosta de reuniões intermináveis e se preocupa com temas como a sustentabilidade. Com base nessas informações a campanha terá como tema ‘Faça a Empresa do seu Jeito. Faça o Desafio Sebrae’.

“Os jovens têm mesmo que inovar e sair do quadrado, porém fazer a gestão de uma empresa depende de um conhecimento já acumulado. Ao participar do jogo, ele tem espaço para inovar em campos como estratégia de marketing ou pesquisa e desenvolvimento, mas aprende a entender a importância e administrar corretamente pontos como fluxo de caixa e balanço patrimonial”, explica um dos coordenadores do Desafio Sebrae, Marcus Vinicius Bezerra.

Desafio Sebrae Internacional

A disputa entre as equipes dos países vencedores da edição passada acontece entre os dias 21 e 26 de março no Desafio Sebrae Internacional. Estudantes da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai se enfrentam no Rio de Janeiro.

A edição de 2010 do Desafio Sebrae Internacional terá a participação de El Salvador e Panamá. A expectativa agora é receber 29 mil inscrições, frente as 18 mil de 2009, um aumento de 62%.

"A ampliação do número de interessados demonstra o interesse por essa forma lúdica de capacitação. Outro ponto importante é que com este produto divulgamos a marca Sebrae associada ao empreendedorismo", avalia uma das coordenadoras do Desafio Sebrae, Carla Virgínia Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)