2 de fev de 2011

Atividade criminosa de Contador (II)

MPF/TO ajuíza denúncia contra contador por fraude em restituição de imposto de renda

Contador de prefeitura teria feito declaração de imposto de renda de pessoa física falsa e chegou a obter mais de 3 mil reais ilicitamente

Fonte: Jornal O Girassol (02/02/2011)

O Ministério Público Federal denunciou Santino Rodrigues, contador da prefeitura de Carmolândia (Tocantins), e Wilson Hélio da Silva Martins por fraude e tentativa de fraude ao sistema de restituição do imposto de renda da Receita Federal. Os dois são acusados de inserir declaração falsa de rendimentos de pessoa física (DIRPF) com a finalidade de criar obrigação por parte da Receita Federal de restituir o imposto falsamente retido, obtendo R$ 3.885,12. Em outra tentativa, os dois foram descobertos pelo órgão federal.

Segundo a denúncia, Santino Rodrigues incumbia Wilson Hélio de contatar pessoas para fornecerem documentos pessoais e suas contas correntes a fim de que se criasse vínculo fictício com a prefeitura. De posse de tais dados, "Santino elaborou, nos anos de 2004 e 2005, DIRPFs em nome de outra pessoa, inserindo nelas informações falsas, no intuito de obter a respectiva restituição de imposto de renda". Assim, o contador declarou que essa pessoa teria recebido da prefeitura as quantias de R$ 25.053,20 e R$ 24.000,00, referentes aos anos de 2003 e 2004, sendo retidos os valores R$ 4.902,36 em um ano e R$ 4.907,88 no outro. Nas declarações de renda da prefeitura (DIRF) dos anos de 2004 e 2005, Santino também declarava falsamente que a pessoa recebia do município na condição de prestador de serviço.

Em 2004, Wilson Hélio sacou a quantia de R$ 3.885,12, restituída pela Receita Federal, e repassou a Santino. Em 2005, por indícios de fraude, o órgão federal não efetuou o pagamento e evitou novo desfalque de dinheiro público no valor de R$ 3.932,19.

O MPF/TO requer a condenação dos denunciados às sanções previstas no artigo 171, § 3º do Código Penal, por duas vezes, sendo uma de forma consumada e outra tentada.

Um comentário:

  1. Boa tarde,

    A PwC abriu novas vagas para os interessados no processo seletivo da Nova Geração PwC, caso haja interesse segue mais informações abaixo!
    Se puder divulgar as vagas em seu blog, será de grande ajuda.
    Obrigada!



    A PwC, uma das maiores prestadoras de serviço em consultoria e auditoria do mundo, está buscando jovens talentosos, criativos, apaixonados pelo que fazem e corajosos para superar desafios.

    Venha fazer parte da Nova Geração PwC!

    Para estudantes dos cursos de Ciências Contábeis, Atuariais, Administração e Economia, o candidato deve estar cursando a partir do 2º ano.
    Se você é dos cursos de Direito e Tecnologia da Informação, pode se inscrever a partir do 3º ano.
    Já o pessoal de Engenharia, Psicologia e Tecnologia deve estar cursando a partir do 4º ano.
    E quem estuda Gestão Ambiental, Engenharia Ambiental, Engenharia Química e Engenharia Florestal também pode se inscrever, desde que esteja cursando a partir do último ano da faculdade.

    O limite, para todos os cursos, é que você esteja formado há, no máximo, dois anos.

    Não perca tempo e inscreva-se já!
    Acesse: www.pwc.com/br/novageracao

    Boa sorte!

    ResponderExcluir

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)