30 de set de 2009

O Goodwill genuíno

Café da manhã mais caro do mundo custa R$ 63 mil
Refeição oferece croissant com ouro e diamantes, geléia e coquetel de licor de framboesa com champagne
Por Época NEGÓCIOS Online



O café da manhã mais caro do mundo já está à venda. Croissant, café e coquetel por R$ 63 mil. A refeição, oferecida pelos donos da marca francesa de bebidas alcoólicas Chambord, tem como objetivo promover a estreia em Londres da peça "Bonequinha de Luxo" ("Breakfast at Tiffany’s"), que ficou famosa depois de virar filme ganhador de Oscar com Audrey Hepburn, em 1961.
O super café da manhã inclui um croissant decorado com ouro comestível e diamantes, geléia artesanal de groselha, uma xícara de café de luxo (Kopi Luwak, da Indonésia, o mais caro do mundo), e, para finalizar, um coquetel com licor Chambord de framboesa e champagne. Fazendo a linha puro luxo, a garrafa do licor é feita com ouro, diamantes e pérolas, avaliados em R$ 4,3 milhões. Perto desse valor, o preço do café da manhã parece até uma pechincha, não? Mas pensando bem, R$ 63 mil por um croissant com geléia?

Garrafa de Chambord: somente o drinque do licor com champagne custa nada menos do que R$ 57 mil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)