20 de mar de 2009

Gestão Ambiental

MEIO AMBIENTE: AmBev reduz em 23% consumo de água em 6 anos
SÃO PAULO, 20 de março de 2009
A AmBev comemora os bons resultados obtidos com a redução do consumo de água nos últimos seis anos em todas suas fábricas. Com o Sistema de Gestão Ambiental (SGA) a companhia vem conseguindo ano a ano reduzir o impacto de sua atuação no meio ambiente, reaproveitando subprodutos e diminuindo o uso de recursos naturais. Em 2008, foram usados em média apenas 4,11 litros de água para cada litro de bebidas produzidas contra 4,19 litros do ano anterior. Em 2002, o dado era ainda maior, sendo necessários em média 5,36 litros de água. Nos últimos seis anos, a companhia já reduziu 23% no consumo de água relativo à fabricação de seus produtos.
"A gestão de recursos hídricos é uma prioridade para a AmBev. Os dados positivos são consequência de uma série de medidas em todas as unidades, tanto no Brasil como no exterior", explica Beatriz Oliveira, Gerente Corporativa de Meio Ambiente da AmBev. "A companhia promove treinamentos sobre o assunto para todos os funcionários e as fábricas seguem os 'Mandamentos da Água', um documento que estabelece os padrões, ações e critérios para a diminuição de consumo, eliminação de desperdício e aumento do reaproveitamento do recurso", completa.
A redução de consumo no último ano significa um volume de água não captado de 815 milhões de litros de água, suficiente para abastecer por um mês uma cidade com uma população de 150 mil habitantes. A unidade de Brasília atingiu o surpreendente índice anual de 3,18 litros de água para cada litro de cerveja, seguida pela fábrica de Curitiba, que alcançou a marca de 3,28 litros.
Já as unidades da AmBev que produzem refrigerantes usaram em média 1,74 litros de água para cada litro produzido da bebida, sendo que o melhor resultado foi da fábrica de Jundiaí, que registrou 1,65 litro. Durante o ano, o menor índice registrado foi em março, em Contagem (MG), quando a fábrica usou apenas 1,54 litro de água.
A AmBev reaproveita ainda toda a água proveniente da produção em atividades como lavagem de tanques, garrafas e limpeza em geral. A água que enxágua as garrafas é aproveitada, por exemplo, para lavar os engradados. Na pasteurização, a mesma água usada para elevar a temperatura da cerveja é usada para resfriá-la. "Esse circuito fechado reduz a necessidade de captação", explica a gerente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)