16 de jan de 2011

Futebol de milhões

Era uma vez um esporte praticado por amor, por sonho de ver a glória de um seu time... Era um vez uma esporte que, apesar da necessidade, não era completamente escravo do capital.

O "Fantástico" Negócio de Ronaldinho Gaúcho no Flamengo


O campeonato de futebol brasileiro continua o seu acelerado processo de evolução, marcado nos últimos anos pelo regresso de algumas das suas grandes estrelas. Exemplos disso foram os regressos de Ronaldo, Roberto Carlos, Adriano, Wagner Love, Fred, Elano, Daniel Carvalho, entre outros. Por fim, o recente ingresso de Ronaldinho Gaúcho no Flamengo, transfere para a Serie A brasileira muita da atenção do futebol mundial.
Se é difícil aos grandes clubes europeus reunir condições financeiras para adquirir jogadores com o nível de Ronaldinho Gaúcho, compreende-se que seja ainda mais para os clubes brasileiros, no entanto essas diferenças têm vindo a desvanecer, fruto de uma excelente conjugação entre o investimento de várias empresas e o excelente marketing que envolve todo o processo.
COMO, QUANTO E QUEM PAGA O SALÁRIO DE RONALDINHO
  • Ronaldinho irá ganhar um salário fixo de 5 milhões de Euros anuais (cerca de R$11,25 milhões).
  • O salário do jogador será suportado em 80% pela agência Traffic Sports (4 milhões de Euros), sendo que 20% (1 milhão de Euros) será suportado pelo Flamengo.
  • Em 2010 o Flamengo através do patrocínio das marcas Batavo e Banco BMG gerou cerca de 12,5 milhões de Euros (R$ 28 milhões).
  • Em 2011 e com a chegada de Ronaldinho, existe a expectativa que a renegociação dos contratos de patrocínios alcancem no total os 25 milhões de Euros (R$ 56 milhões).
  • No contrato ficou estipulado que toda a receita de publicidade ainda por negociar com as empresas patrocinadoras acima dos 12,5 milhões de Euros (R$ 28 milhões) , será repartida pelo jogador, clube e Traffic Sports.
  • Nesta partilha o jogador receberá 50%, a Traffic Sports 40% e o Flamengo terá direito a 10%.
O MELHOR E O PIOR CENÁRIO DO NEGÓCIO
A acreditar que o Flamengo consiga em 2011 dobrar o montante em patrocínios de 12,5 para 25 milhões de Euros (de R$ 28 para R$ 56 milhões), parece um excelente negócio para todas as partes. Projectando o futuro e tendo como valor chave o acréscimo máximo de publicidade na ordem dos 12,5 milhões de Euros, veja-mos o melhor e o pior cenário do negócio:
Ronaldinho Gaúcho – Melhor cenário – Salário total de 11,25 milhões de Euros (50% dos 12,5M€ da publicidade + salário fixo anual de 5 milhões de Euros). Pior cenário – Salário total de 5.0 milhões de Euros (50% dos 0€ da publicidade + salário fixo anual de 5 milhões de Euros).
Traffic SportsMelhor cenário – Investe 4 milhões de Euros no salário do jogador e recebe 40% dos 12,5M€ da publicidade, cerca de 5 milhões de Euros. Pior cenário – Investe 4 milhões de Euros e recebe 40% de 0€ da publicidade. A empresa seria a mais prejudicada no negócio.
Flamego – Melhor cenário – Aumenta as receitas de patrocínio em 10%, mais 1,25 milhões de Euros (total de 13,75 milhões de Euros) que dará para pagar a sua parte dos salários do jogador e com Ronaldinho na equipe, aumenta as receitas de bilheteira, merchandising etc… para além de uma vantagem desportiva considerável. Pior cenário – Mantêm as receitas de publicidade nos níveis actuais, mas com Ronaldinho na equipe, aumenta as receitas de bilheteira, merchandising etc… para além de uma vantagem desportiva considerável.
Fonte: Futebol Finance via Blog Contabilidade e Controladoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)