16 de jan de 2011

Os Livros Mais Lidos em 2010

Texto disponível no Blog do Stephen Kanitz

Images-6Infelizmente, nossos cadernos literários só publicam os livros mais Vendidos em 2010, e não os livros mais Lidos em 2010.

Excluem assim os livros comprados em 2009, 2008 até em 1950, que foram lidos ou relidos em 2010, os livros que mais influenciaram os seus leitores durante o ano.

Livros que amigos emprestam para outros ou que passam de pai para filho.

Bem diferente dos modismos do momento.

Nem seria muito caro contratar o Ibope e a Datafolha, e colocar uma pergunta extra nas suas "N" pesquisas eleitorais "Que livro você está lendo atualmente?"

Mas infelizmente, os cadernos literários usam o critério eminentemente capitalista de "livros mais vendidos", "livros que deram as maiores receitas para as editoras".

Não é o que se aprende nas escolas de jornalismo, que é agradar os leitores que lêem e não as editoras que mais anunciam. Vá entender.

Bastou 30 dias para fazer a pesquisa, e os 10 livros mais lidos em 2010, foram estes:

1. Livro de Gênesis

2. Livro do Êxodo

3. Levítico

4. Números

5. Deuterônimo

6. Livro de Josué

7. Livro de São Marcos

8. Livro de Isaías

9. Livro dos Salmos

10. Livro de São Matheos

Para quem não sabe, Bíblia significa Biblioteca de Livros. São vários livros e não um só. Por isto, temos 10 nos primeiros lugares.

Surpresa que sejam os Livros mais lidos em 2010?

Óbvio que não.

Mas depois dessa constatação, não demorou muito para descobrir que a Bíblia foi o livro mais vendido em 2010, alguem que vem ocorrendo desde 1950, ou até antes.

E de longe!

Estima-se entre 10.000.000 a 14.000.000 de cópias vendidas só em 2010, no Brasil.

O segundo número inclui Bíblias mais curtas para crianças, resumos etc.

No mundo é exatamente a mesma coisa.

Ou seja, a Bíblia tem sido o livro mais "censurado" há mais de 50 anos.

Igrejas deveriam publicar na capa: "Bíblia, 18.000 dias sob censura no mundo inteiro".

Se a Bíblia vendeu 5 bilhões de cópias sob censura total, imagine se a imprensa o publicasse como o livro mais vendido do ano.

Ou se os críticos analisassem semanalmente os vários livros da Bíblia. Ou se os jornalistas de esquerda fizessem uma análise mais marxista da Bíblia em vez de fazer de conta que ela simplesmente não existe.

Não sou carola, mas não posso aceitar que por motivos ideológicos censurem em nome da liberdade de imprensa, usando "maximização do lucro" como critério de seleção.

Pode não ser jornalístico , para alguns, repetir toda semana a mesma constatação, mas muitos outros não consideram jornalístico esconder a verdade por mais de 60 anos.

Title/Author Copies Sold (millions)


1. The Bible
5,000 - 6,000



2. Quotations from Chairman Mao Zedong by Mao Zedong
900


3. The Qur'an
800


4. Xinhua Zidian
400



5. The Book of Mormon by Joseph Smith, Jr.
120



6. Harry Potter and the Sorcerer's Stone by J. K. Rowling
107



7. And Then There Were None by Agatha Christie
100



8. The Lord of the Rings by J.R.R. Tolkien
100



9. Harry Potter and the Half-Blood Prince by J. K. Rowling
65



10. The Da Vinci Code by Dan Brown
65



11. Harry Potter and the Chamber of Secrets by J. K. Rowling
60



12. The Catcher in the Rye by J. D. Salinger
60



13. Harry Potter and the Goblet of Fire by J. K. Rowling
55



14. Harry Potter and the Order of the Phoenix by J. K. Rowling
55



15. Harry Potter and the Prisoner of Azkaban by J. K. Rowling
55



16. Ben Hur: A Tale of the Christ by Lew Wallace
50



17. Heidi's Years of Wandering and Learning by Johanna Spyri
50



18. The Alchemist by Paulo Coelho
50



19. The Common Sense Book of Baby and Child Care by Dr. Benjamin Spock
50



20. The Little Prince by Antoine de Saint-Exupéry
50



21. The Mark of Zorro by Johnston McCulley
50

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para as discussões de ideias contábeis e outras mais. Obrigada!

“... nunca [...] plenamente maduro, nem nas idéias nem no estilo, mas sempre verde, incompleto, experimental.” (Gilberto Freire)